• 1º Simpósio de Atualização SBD 2014

    Com o tema: "Atendimento Multidisciplinar no Cuidado às Pessoas com Diabetes", o 1º Simpósio de Atualização SBD 2014, coordenado pela Enfa. Márcia Camargo de Oliveira, traz uma nova proposta.

    Diversos profissionais da área da saúde em busca de um único foco, o do controle glicêmico.

    Valor da Inscrição:
    Sócios SBD / SBEM: Isentos
    Médicos não Sócios: R$ 60,00
    Residentes e Estudantes (com comprovante): R$ 30,00
    Outros profissionais da saúde: R$30,00

    Data: 11 de Outubro 

    Local:
    Hotel Blue Tree Premium Faria Lima

    Av. Brigadeiro Faria Lima, 3989
    Vila Olímpia - São Paulo - SP 

    Programação completa, clique aqui.

     

    Faça sua inscrição pelo PagSeguro preenchendo os campos abaixo:

    Nome

    Obrigatório
    Endereço

    Obrigatório
    Bairro

    Obrigatório
    Telefone

    Obrigatório
    ÁREA PROFISSIONAL

    Obrigatório



    Email

    Obrigatório
    CEP

    Obrigatório
    Cidade/UF

    Obrigatório
    Celular

    Obrigatório
    PROFISSÃO E ESPECIALIDADE

    Obrigatório

    ou

    Imprima sua ficha de inscrição clicando aqui

    Maiores informações:
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

    11 3842-4931

     

     

  • Análogos de insulina e hipoglicemia em pilotos de aeronaves

    Reconhecimento do papel dos análogos de insulina na redução do risco de hipoglicemia em pilotos de aeronaves

  • Esclarecimentos sobre a polêmica dos adoçantes artificiais

    Publicação online vem causando polêmica ao sugerir a possibilidade dos adoçantes artificiais de induzir à intolerância à glicose e mesmo ao diabetes e à obesidade.

    A revista Nature publicou em 17 de setembro a última versão online de um estudo que vem causando polêmica em todo o mundo [1] ao sugerir a possibilidade dos adoçantes artificiais de induzir à intolerância à glicose e mesmo ao diabetes e à obesidade.

    Em resumo, os seguintes tópicos reproduzem as conclusões do estudo:

    1 - O estudo foi conduzido em ratos e em 7 humanos saudáveis e não usuários de adoçantes artificiais, dos quais apenas 4 apresentaram um quadro significativo de intolerância à glicose quando expostos a doses usuais de sacarina durante uma semana.

    2 - Em ratos, o uso de sacarina, sucralose e aspartame promoveu um aumento do risco de intolerância à glicose.

    3 - Os mecanismos desse efeito colateral dos adoçantes artificiais ainda não está bem esclarecido, mas parece estar relacionado com alterações na microbiota dos indivíduos expostos a adoçantes.

    4 - Paralelamente, os pesquisadores analisaram 400 indivíduos e descobriram que as bactérias intestinais dos usuários de adoçantes eram bastante distintas daquelas encontradas em não-usuários.

    Os autores salientaram, entretanto, que os resultados desse estudo são preliminares e que, por isso, as conclusões do estudo não devem ser encaradas como recomendações clínicas destinadas a inibir o uso de adoçantes artificiais.

    Nessa mesma linha, os autores recomendam que as pessoas não devem encarar os achados do estudo como um conceito segundo o qual as bebidas açucaradas devam ser preferidas, em detrimento dos adoçantes artificiais.

    Até que essa polêmica seja resolvida no futuro, não há no momento nenhuma recomendação no sentido de propor a suspensão do uso de adoçantes artificiais, uma vez que esses produtos são considerados seguros, conforme posicionamentos da Food and Drug Administration, da American Diabetes Association e da American Medical Association, entre outras.

    Fonte:
    Suez J, Korem T, Zeevi D et al. Artificial sweeteners induce glucose intolerance by altering the gut microbiota. Nature. Publicado online em 17 de Setembro de 2014. DOI: 10.1038/nature13793

    VOLTAR

    {jcomments on}

  • Seu texto publicado aqui no nosso site!

    Certamente você tem ideias, casos clínicos, comentários, sugestões, críticas, enfim, qualquer assunto que seja de interesse para toda nossa comunidade de profissionais da saúde.

    Compartilhe com nossos leitores essa capacidade editorial que você tem.

    ENVIE SEU TEXTO PARA: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

  • Posicionamento Oficial SBD nº 02/2014

    Diabetes and Cardiovascular Disease: From Evidence to Clinical Practice – Position Statement 2014 of Brazilian Diabetes Society

  • Posicionamento Oficial SBD - 01/2014

    Conduta Terapêutica no Diabetes Tipo 2: Algoritmo SBD 2014. Disponível para estudantes e profissionais da saúde devidamente cadastrados nos seus respectivos conselhos profissionais.

  • Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes - 2013-2014

    As Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes 2013-2014, estão disponíveis para estudantes e profissionais da saúde devidamente cadastrados nos seus respectivos conselhos profissionais.

PARTICIPE E COMENTE!

Genes relógio na prevenção e no controle do diabetes

Genes relógio na prevenção e no controle do diabetes

Os primeiros registros de observação de ritmos em organismos vivos e em humanos datam da Grécia antiga (Rotenberg et al., 2003).

Leia Mais
Descrição dos dados de mortalidade e morbidade de diabetes mellitus, entre 30 a 59 anos, 2011, Santo Ângelo, RS

Descrição dos dados de mortalidade e morbidade de diabetes mellitus, entre 30 a 59 anos, 2011, Santo Ângelo, RS

Em nosso país, a diabetes e a hipertensão, são consideradas a primeira causa de hospitalizações e mortalidade, de amputações de membros inferiores e de grande parte dos diagnósticos de pacientes com insuficiência renal crônica que são submetidos à diálise (BRASIL, 2006).

Leia Mais
Garotinha de 3 anos aceita sorrindo a aplicação de insulina

Garotinha de 3 anos aceita sorrindo a aplicação de insulina

Por motivos plenamente justificáveis, o diagnóstico de diabetes numa criança quase sempre é percebido como um trauma de proporções consideráveis pela família.

Leia Mais
Redução de horas-tela: a luta contra a obesidade infantil

Redução de horas-tela: a luta contra a obesidade infantil

Nos dia de hoje, desde muito pequenas, as crianças tem tido acesso à televisão, smartphones, tablets e computadores. Toda esta exposição à estes dispositivos de mídia leva a um somatório de horas, resumidamente chamado de horas-tela.

Leia Mais
A presença do diabetes pode ser obstáculo para o exercício da profissão de motorista?

A presença do diabetes pode ser obstáculo para o exercício da profissão de motorista?

No dia de ontem (22/09), recebemos um e-mail emocionado de um motorista de ônibus que alega ter sido discriminado no processo de seleção para esse cargo numa empresa de ônibus somente pelo fato dele ser portador de diabetes. O teor completo desse e-mail bem descreve a angústia e a revolta de nosso leitor com a discriminação que ele sofreu no processo seletivo.

Leia Mais
Análise da ingestão qualitativa e quantitativa de carboidrato dietético e da hemoglobina glicada de crianças e adolescentes com diabetes mellitus tipo 1

Análise da ingestão qualitativa e quantitativa de carboidrato dietético e da hemoglobina glicada de crianças e adolescentes com diabetes mellitus tipo 1

Esta seção do site da SBD destina-se a publicar estudos clínicos desenvolvidos por acadêmicos das áreas de saúde, com o objetivo de estimular a pesquisa científica na área de diabetes desde a fase de graduação.

Leia Mais, participe e comente!
Exercícios físicos e diabetes mellitus tipo 2: O que você precisa saber

Exercícios físicos e diabetes mellitus tipo 2: O que você precisa saber

O diabetes mellitus tipo 2 é a forma mais prevalente de diabetes. Uma vez que está associado ao estilo de vida moderno, caracterizado por alimentação inapropriada e sedentarismo, o diabetes tipo 2 é cada vez mais frequente na nossa rotina.

Leia Mais

A tecnologia que estimula sua atividade física: Endomondo

Atividade física todos sabemos, é uma ação de excelente auxílio para o controle do Diabetes, assim como a tecnologia.

Então, a tecnologia aplicada ao exercício físico pode potencializar e muito o valor deste para todos, incluindo as pessoas com Diabetes.

Desta forma, uma ferramenta muito valiosa é o ENDOMONDO, app gratuito (ou pago em versões mais sofisticadas) que pode ser utilizado em Smartphones com plataforma Android, BlackBerry, iOS, Symbian e WinMo.

Endomondo é uma comunidade de esportes criada em 2007, baseada no rastreamento de corrida, ciclismo, etc. via GPS, gratuito e em tempo real, cuja chamada no site é: “Rastreie seus treinos; Desafie os seus amigos; Analise seu treinamento; Com Endomondo no seu telefone, você pode acompanhar a sua corrida, ciclismo e outros esportes. É divertido, é social e é motivador.”

Tendo o App instalado no seu celular e com o GPS ligado, ao iniciar uma atividade física, como caminhada ou corrida por exemplo, é só inicia-lo para ouvir a famosa contagem regressiva: “five, four, three, two, one àGO!” e iniciar sua atividade.

À partir de então, todos os seus passos serão monitorados e à cada km percorrido você ouvirá: 1) a quilometragem percorrida

2) o tempo total até o momento

3) o tempo da última “volta” (último quilometro).

Essa informação é bastante interessante, pois fornece dados sem que seja necessário olhar para o telefone e transmite segurança para o praticante da atividade, uma vez que informa tempo e distancia percorrida, dando condições para tomada de decisões sobre a forma de continuidade da atividade...

Nova coordenadora do departamento de obesidade da SBD

A Sociedade Brasileira de Diabetes vem comunicar que o Dr. Ney Cavalcanti solicitou seu afastamento do cargo de Coordenador do Departamento de Obesidade por estar se aposentando. Doutor Ney Cavalcanti é uma figura exemplar e que vem militando na área de Endocrinologia e Diabetes há mais de 40 anos, sempre de uma forma correta, ética e compartilhando conosco o que há de mais importante e de novo nessas duas áreas.Entretanto vai continuar colaborando com a Sociedade Brasileira de Diabetes através da sua coluna na revista da Sociedade além postar seus comentários no Blog e no site da SBD. Nós agradecemos o seu trabalho e esperamos continuar com ele em outras atividades menos espinhosas por muito tempo.

Para coordenadora do departamento de obesidade convidamos a doutora Zuleica Halpern que tem uma história de décadas no tratamento e pesquisa na área da obesidade e uma determinação importante em combater a obesidade infantil...

Glicemia média e variabilidade glicêmica elevadas: o impacto sobre a doença arterial coronariana

Cerca de 60% a 80% dos pacientes com DM2 morrem de doença vascular que afeta a aorta, as coronárias, as artérias cerebrais, e as artérias renais e periféricas. O endotélio dos vasos sanguíneos são mais danificados, na presença de grandes flutuações dos níveis glicêmicos (alta variabilidade glicêmica - VG), em comparação com o dano vascular causado pela hiperglicemia crônica. Intercorrências como AVC, infarto do miocárdio, angina e morte súbita são, pelo menos, duas vezes mais frequentes em pacientes com DM2 em comparação aos não diabéticos.

O presente estudo teve por objetivo explorar a diferença das flutuações glicêmicas em indivíduos normais e portadores de DM2, avaliando seu impacto no desenvolvimento da doença arterial coronariana (DAC). Os participantes do estudo foram divididos em três grupos: controle normal (n=40), pacientes com DM2 sem complicações cardiovasculares (n=56) e pacientes com DM2 e complicações cardiovasculares (n=92), os quais foram submetidos à monitorização contínua da glicose intersticial...

A polipílula pode ser eficaz para aumentar a adesão do paciente diabético ao tratamento?

É de conhecimento geral que a maioria dos pacientes diabéticos apresenta baixa aderência ao tratamento farmacológico, principalmente quando tratado com opções medicamentosas individuais que precisam ser ingeridas em diferentes horários do dia. Muito já se falou sobre o potencial da polipílula como estratégia eficaz no combate à baixa aderência de pacientes crônicos em geral e que necessitam de vários medicamentos. O estudo UMPIRE, recentemente publicado no JAMA(1), avaliou o impacto da utilização da polipílula sobre a melhora na aderência ao tratamento medicamentoso e no controle de algumas condições de risco cardiovascular, como a hipertensão e a hipercolesterolemia. Esse foi o primeiro estudo que avaliou a terapia com dose fixa de combinação de fármacos e sua eficácia em pacientes com doença cardiovascular (DCV) ou portadores de condições que caracterizam risco cardiovascular aumentado, entre os quais ocorrem cerca de 40% de todos os eventos cardiovasculares.

O estudo UMPIRE foi desenhado como objetivo...

Colunistas




Diabetes na Imprensa

Cobertura do 74º Congresso Americano de Diabetes

Para Profissionais

Notícias das Regionais

Anuncie

Baixe o Mídia Kit da SBD, nele você encontrará todas as informações disponíveis para a veiculação de anúncios publicitários em nosso portal.

 

Fale Conosco

Rua Afonso Braz, 579, Salas 72/74 - Vila Nova Conceição, CEP: 04511-011 - São Paulo - SP

 

(11) 3846-0729
secretaria@diabetes.org.br

Expediente

 

Acesse nossas redes:

Showcases

Background Image

Header Color

:

Content Color

: